• Gabriela Rodrigues

Apenas a minha opinião!

Quando você se posicionar e dizer o que acredita, vai se libertar das correntes que impediam que evoluísse, mas pode vir a perder algumas – ou muitas - “amizades”.



A sensação de ser aceito é maravilhosa. Acredito que muito do que fazemos (ainda que inconsciente) é a busca pela aceitação. Uma curtida na última foto, um comentário encorajador, um concordo contigo dito por um colega etc.


O sucesso astronômico do Instagram prova isso. Por que sempre atualizamos a página para acompanhar novas reações das nossas postagens? Ou por que nos preocupamos com o número de seguidores (mesmo que o número em si, não signifique muita coisa)?


Sempre é a busca por aprovação, alguém concordando contigo ou admirando a vida que leva, os lugares que vai, os livros que lê ou até o prato que come.


Vou propor uma atividade. Okay? Façamos um jogo rápido. Busque em memória se alguma vez você deixou de expor sua opinião ou publicar sobre determinado assunto, por receio de ser criticado? Não sei você, mas eu já.


Isso só melhora quando compreendemos a nossa identidade. Entretanto, não quero dizer aqui que a opinião dos outros não é válida. Pelo contrário! Mas fingir concordar com alguém, com um grupo, mesmo que seu coração esteja gritando opiniões opostas, não vai te ajudar em nada. Só vai fazer com que se esconda do mundo.


Imaginamos que o mundo perfeito seria aquele formado por pessoas que concordam em tudo. Mas depois de viver alguns anos e passar por algumas experiências boas e ruins, vejo que isso seria um verdadeiro porre.


Crescemos na convivência com o diferente. O melhor é encarar a vida sendo você, dizendo como se sente, discordando quando necessário e, o mais importante, mantendo os ouvidos bem abertos para aprender (porque claro, às vezes vai precisar admitir que o que pensava estava errado, e tudo bem). Ah, e nunca confunda opinião com falta de educação. É totalmente diferente. Opinião não é julgamento puro e simples, que desqualifica a história de alguém. Opinião é propor novos caminhos, tendo embasamento e coerência.


Ninguém é dono da razão. Cada um carrega suas vivências e tem algo a acrescentar ou a melhorar. Então, digo e repito: Sempre mantenha o respeito, mas aprenda a expor sua opinião! O mundo vai cobrar isso de você, e você mesmo vai se cobrar por isso.


Já vi muito adulto formado, pós graduado aprendendo com uma criança em da educação infantil. E já vi muitos adolescentes ouvindo atentamente as opiniões dos avós aposentados.

Chega a ser desconexo almejarmos um mundo com novas descobertas se inibimos a diversidade de pensamento.


Espero mesmo te encontrar um dia desses e aprender com seu jeito diferente do meu. Espero que possamos trocar boas ideias, de peito aberto, mantendo o respeito e nos ouvindo de verdade. Porque enquanto nos escondermos atrás de opiniões alheias, não deixaremos nossa marca no mundo. Você não veio aqui à toa então está mais que na hora de deixar a sua marca e mostrar a que veio.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo